Avançar para o conteúdo principal

Infertilidade


Para muitos casais, a gravidez é uma coisa simples, tão simples que a sua maior preocupação é não engravidar. Porém, depois de anos de sexo protegido, o casal decide ter filhos e descobre com grande surpresa que engravidar é mais difícil do que se pensava.

Resumidamente, para que haja concepção, a mulher necessita de secretar diversas hormonas que fazem com que um dos óvulos amadureça, sendo libertado na trompa de Falópio. O homem, por sua vez, dá a sua contribuição através de espermatozoides (dezenas de milhares deles) capazes de viajar até à trompa, onde o óvulo é fertilizado. O óvulo fertilizado segue até ao útero, implantando-se na parede uterina. Quando o processo não conclui, a concepção não ocorre. Podendo ser necessário tentar durante vários meses até que a mulher engravide.
Muitos dos casos atuais de infertilidade podem ser atribuídos a mudanças no estilo de vida que caracterizaram a última metade do século XX: Má alimentação, stress, distúrbios alimentares, exercícios extremamente intensos e exposição a toxinas ambientais que têm contribuído para essa situação. Quando um ou dois membros do casal têm sistemas orgânicos enfraquecidos, aumentam as possibilidades do processo de concepção não ocorrer de forma desejada. Além disso, hoje em dia também se tem mais parceiros sexuais, o que aumenta o risco de contrair doenças que danificam os órgãos reprodutores. Por último, atualmente muitos casais optam por ter filhos depois dos 30 / 40 anos, quando a fertilidade da mulher começa a declinar.
Se existe problemas em engravidar, o casal deve parar e dedicar-se, durante alguns meses, a restaurar e nutrir o corpo. Uma boa alimentação, associada a fitoterápico, protocolos de equilíbrio hormonal e controlo eficaz do stress, ajuda muitos casais a conceber e mais importante, aumentam as probabilidades de conceber um bebé saudável.
O equilíbrio hormonal é particularmente importante para ambos os sexos. Muitas mulheres com problemas de infertilidade têm baixos níveis de progesterona ovulatória ou diminuição do funcionamento da tiróide. As duas hormonas podem ser um factor limitativo na concepção. No caso dos homens, a diminuição do funcionamento da tiróide, como os baixos níveis de testosterona, podem ser problemáticos.
É importante entender que a maior probabilidade de conceber ocorre um ou dois dias antes da ovulação e não no dia da ovulação. A hormona LH (Hormona Luteinizante) eleva-se aproximadamente 48 horas antes da libertação do óvulo (ovulação).

Embora grande parte do foco da fertilidade recaia sobre a mulher, sabe-se, que aproximadamente 40% dos casos de infertilidade devem-se a anormalidades nos espermatozoides masculinos, como a sua contagem, uma menor motilidade ou forma anormal dos espermatozoides.
Pode também haver uma anormalidade anatómica no homem ou na mulher, por exemplo, muitas mulheres têm a trompa de Falópio obstruída, frequentemente como resultado de uma infecção por clamídia assim como muitos homens sofrem de varicocele, ou varizes nos testículos.

Infelizmente, nem com todas as técnicas médicas do mundo, sejam elas complementares, convencionais ou de última geração, é possível garantir que haverá concepção.
É importante saber que mesmo muitas pessoas, exaustas, após anos de diagnósticos, cirurgias, medicamentos, fertilização in vitro acabam por desistir, para descobrir que finalmente relaxaram o suficiente para conceber, portanto, o grande segredo é a aquisição de hábitos saudáveis e simplesmente relaxar.

CAUSAS SUBJACENTES
Má alimentação e deficiências nutricionais;
Stress;
Doenças sexualmente transmissíveis;
Toxinas Ambientais;
Anormalidades congénitas;
Problemas hormonais (principalmente diminuição do funcionamento da tiróide e diminuição dos níveis de progesterona);
Patologias como endometriose, síndrome do ovário policístico e varicocele;
Distúrbios alimentares, principalmente anorexia.
Prática de exercícios extenuantes.
Obesidade
Metais tóxicos.

TRATAMENTO

            ALIMENTAÇÃO RECOMENDADA:
-       Refeições saudáveis com hortaliças biológicas, cereais integrais, à exceção do trigo e muita fruta, de preferência biológica.
-       Comer peixe cerca de 3 vezes por semana.
-       A vitamina E nutre o sistema endócrino, por isso, o consumo de nozes e sementes como lanche é muito útil (deve ser consumido isolado de outros alimentos)
-       Os ácidos gordos essenciais promovem a saúde das glândulas, ingira peixes de água fria, sementes de linhaça às refeições.
-       Os homens devem comer regularmente sementes de abóbora. São uma excelente fonte de zinco, um nutriente importante para os fluidos reprodutores masculinos.
-       Deve fazer parte do plano alimentar diário, as hortaliças, frutas, leguminosas, cereais integrais e outras fontes de fibra.
-       A hidratação também é essencial na limpeza das toxinas do organismo.

ALIMENTOS A EVITAR
-       Eliminar o açúcar, as farinhas refinadas, as frituras e os alimentos processados;
-       A carne animal está cheia de substâncias químicas que imitam os efeitos do estrogénio, uma hormona que em excesso, pode reduzir a contagem e a fertilidade dos espermatozoides;
-       Evitar o álcool, que reduz o número de espermatozoides normais nos homens, e enfraquece o sistema imunitário;
-       O consumo de cafeína foi associado a problemas de fertilidade, inclusive a abortos espontâneos. Evite o café, os refrigerantes, chocolate, chá-preto, chá-verde e medicamentos | suplementos com cafeína.

PROCESSO DE DESINTOXICAÇÃO:
- Beba sumos verdes em jejum e ao lanche, por exemplo: 2 bananas, 2 laranjas, 3 folhas de couve de folha verde escura e uma colher de sopa de sementes de linhaça trituradas. Bata tudo no liquidificador e beba!

FITOTERAPIA | SUPLEMENTAÇÃO: Existem inúmeros suplementos que auxiliam a fertilidade, no entanto, nenhum deve ser tomado sem a orientação de um Naturopata profissional, pois podem causar efeitos indesejáveis quando ingeridos de forma inadequada.

- Vitex Agnus-castus: O vitex estimula a ovulação e normaliza os níveis de progesterona.

- Vitamina C: A vitamina C impede a aglutinação dos espermatozoides nos homens e provou ser útil também nos casos de infertilidade feminina.

- Panax Ginseng: Aumenta a contagem e a motilidade dos espermatozoides.

- Vitamina B12: Eleva a  contagem dos espermatozoides.

Angélia sinensis: Utiliza-se para regular os ciclos menstruais e tratar a infertilidade;

- Folhas de framboesa: reforçam a membrana mucosa do útero;
  
HIDROTERAPIA
Banhos de assento, quentes ou frios, aumentam o suprimento de sangue para a região da bacia.

REDUÇÃO DO STRESS
Tensão e stress, provocados por preocupações com a fertilidade ou com outras questões, estão associados à dificuldade em conceber. É muito importante encontrar uma técnica que funcione e utilizá-la com frequência.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…