Avançar para o conteúdo principal

Parto por Cesariana pode estar associado a uma maior incidência de Doença Celíaca em crianças


Abstract Title: Cesarean delivery is associated with celiac disease but not inflammatory bowel disease in children.

Abstract Source: Pediatrics. 2010 Jun;125(6):e1433-40. Epub 2010 May 17. PMID: 20478942

Abstract Author(s): Evalotte Decker, Guido Engelmann, Annette Findeisen, Patrick Gerner, Martin Laass, Dietrich Ney, Carsten Posovszky, Ludwig Hoy, Mathias W Hornef

Article Affiliation: Department of Pediatrics, Institute for Medical Microbiology and Hospital Epidemiology, Hannover Medical School, Hannover, Germany.

Abstract:

OBJECTIVOS: O propósito deste estudo foi analisar a possível associação entre o parto por cesariana e doenças inflamatórias intestinais em crianças.

METODOLOGIA: Um estudo de caso-controle multicêntrico retrospectivo, que incluiu 1.950 crianças foi realizado em cooperação com 26 hospitais pediátricos universitários e 16 não universitários. Informações acerca das manifestações da doença intestinal, juntamente como o tipo de parto e a idade gestacional na altura do parto, complicações pós-parto, e amamentação, foram recolhidas pelos médicos das crianças e pelos seus pais que estavam a ser tratados por um gastroenterologista para a doença de Crohn (DC; 516 casos), colite ulcerativa (250 casos), doença celíaca (157 casos), e outras doenças gastrointestinais (165 casos) e grupo de controle que estavam a ser acompanhado por oftalmologistas, ortodologista e dentista (862 casos).

RESULTADOS: Considerando que a taxa de cesarianas em crianças com doença de Crohn ou colite ulcerosa foi semelhante ao de grupo controle, mas um número significativamente maior de nascimentos por cesariana foi encontrada em crianças com doença celíaca em comparação com indivíduos do grupo de controlo (odds ratio: 1.8 [95% confidence interval: 1.13-2.88]; P = .014).

CONCLUSÕES: O tipo de parto e a sua associação a alterações no desenvolvimento da homeostase entérica durante o período neonatal pode influenciar a incidência da doença celíaca.

Data do Artigo Publicado: Jun 01, 2010
Tipo de Estudo : Meta Analysis

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…