Avançar para o conteúdo principal

Pequenos Lembretes para quando as coisas nos correm MAL (menos bem)

- O que é, é: Uma das frases mais famosas de Buda diz: “É a nossa resistência para o AGORA que causa o nosso sofrimento". Significa que o nosso sofrimento apenas acontece quando resistimos aos que nos está a acontecer no agora. Se puderes mudar algo, então age e muda; mas se não há nada que possas fazer então apenas te restam duas opções:
           1ª Aceitas e libertas-te de pensamentos destrutivos/negativos
           2ª ou tornas-te miserável ao ficares obcecada com a situação.


- Só é um problema se pensares nele como um Problema: Se pensares numa determinada situação como um problema então apenas te vais permitir a ter pensamentos e emoções densas e negativas que te levam a lamuriar tudo; Mas se veres as coisas sob uma perspectiva de DESAFIO vais te sentir empoderada e o teu cérebro automaticamente irá procurar formas de resolver a situação. Passas de PROBLEMA a uma experiência de APRENDIZAGEM, logo o problema desaparece.


- Se queres que as circunstâncias mudem então começa por ti:  Os mestres Zen costumam dizer que o nosso mundo exterior é o reflexo do nosso mundo interior. Se analisarmos bem o nosso circulo social, quem melhor conhecemos que vive em constante stress são também pessoas que se sentem caóticas por dentro, o que é interessante de analisar. Quando estamos de bem connosco parece que tudo flui e mesmo os momentos mais complicados são encarados com maior leveza.


- Não existem falhas (falhanços) apenas óptimas oportunidades de Aprendizagem: Apaga a palavra falha-falhar-falhanço do teu vocabulário. Todas as pessoas de sucesso que atingiram as suas metas falharam várias vezes ao longo do seu percurso. Thomas Edison disse: "Eu não falhei a tentar inventar a lâmpada, apenas encontrei 99 maneiras diferentes que não funcionavam" Agarra os momentos em que o que fizeste não obteve o resultado pretendido e aprende com essa experiência e como fazer melhor da próxima vez.


- Muda de perspectiva, se não conseguiste uma coisa que querias, significa que algo melhor está a caminho: Esta é das mais desafiadoras a implementar, mas ao fazê-lo obriga-nos a definir ainda melhor o nosso objectivo e isso faz com que consigamos eventualmente alcançá-lo mas possivelmente de forma diferente e mais real. Geralmente, quando olhamos para a nossa vida, apercebemo-nos do porquê algumas coisas não terem corrido como desejávamos e vemos que apesar de dolorosas na altura, trouxeram-nos benefícios que não teríamos de outra forma. Por isso, é acreditar, mesmo no meio da turbulência.


- Aprecia o Momento. Eu sei, eu sei...é uma daquelas frases corriqueiras mas a verdade é que o momento que estás a viver AGORA não se vai repetir, seja bom ou menos bom, há sempre algo de precioso em cada momento da nossa vida, por isso vivencia-o.


- Deixa-te de Expectativas. Quando expectas por algo e esse algo não acontece mergulhas na amargura e negatividade. Ao praticares a esperança por algo que queres, quando ele não vem ao teu encontro acabas por encarar as coisas com maior leveza e entendimento, conseguindo com que as tuas emoções se mantenham neutras. Uma frase de que gosto muito é: "Never expect, always Hope"


- Compreende os teus medos e sê grata por ele, pois o medo pode ser um grande mestre e a superação dos nossos medos faz-nos sentir simplesmente vitoriosos. Por exemplo, sempre tive receio de falar em público (este medo faz parte dos top 3 a nível mundial), não gostava de ter as atenções voltadas para mim, mas obriguei-me a aparecer, obriguei-me a apresentar-me ao mundo e sabes o que senti nesse momento?!? Se consegui superar o meu medo, então o mundo era o limite! Essa sensação, fez com que acreditasse mais em mim, mas requer prática, quanto mais vezes te obrigares a sair da tua zona de conforto mais facilmente superarás os teus receios e cada medo que superamos dá-nos mais força para sermos quem somos, acima de tudo, verdadeiros connosco próprios e como consequência com os outros. O medo é ilusão, acreditar nele é opcional.


- Permite-te sentir Alegria. Aquela alegria que as crianças sentem a cada descoberta. Desapega-te dos problemas e encara-os como uma criança de 3 anos (já dizia Pedro Vieira) ou seja, como um desafio e a partir do momento que algo de satisfatório ocorre, pula, grita, canta e ri de alegria e felicidade (por mais modesta que tenha sido a conquista). Todos os dias temos pequenas vitórias e ao nos concentrarmos nelas ganhamos vitalidade e energia, sentimo-nos uns super-heróis!!


- Não te compares com os outros. Nem com os que estão melhor que tu nem com os que estão pior que tu. Cada um de nós é único e tem algo para partilhar, ensinar e contribuir ao outro. A comparação nunca irá ser justa pois só cada um de nós é que sabe os passos que já deu para chegar onde está neste momento. Concentra-te em seres tu mesma e apenas te compares contigo própria.


- Larga o pensamento de Vitima. Apenas és uma vitima dos teus próprios pensamentos, palavras e acções. Responsabiliza-te acerca dos teus pensamentos, pois são eles que te deixam num estado cabisbaixo. Altera a forma como te vês e a forma como achas que os outros te vêm, toma acção e abandona a mentalidade de vítima para te tornares vitoriosa.

Agarra a vida e sê Feliz!!

Grata!

Facebook: Projecto Naturopatia | Livro: Nascer e Crescer Vegetariano

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…