Avançar para o conteúdo principal

O teu fígado está satisfeito? - Sintomas de hipofuncionamento hepático

De certeza que já ouviste inúmeras vezes histórias sobre problemas no fígado certo? Pois...tendo em conta que o fígado é um órgão que actua como glândula exócrina (libertando secreções) e glândula endócrina (libertando substâncias no sangue e sistema linfático) podemos considera-lo como a maior glândula do corpo, sendo extremamente importante para a nossa saúde.
A sua importância a nível de funcionalidades é tremenda. Ele armazena e liberta glicose, promove o metabolismo dos lípidos e das proteínas (converte a amónia em ureia), sintetiza a maioria das proteínas do plasma, processa os químicos e as hormonas, promove a emulsificação da gordura durante o processo de digestão através da secreção da bile, etc.
Além de todas estas funções, o fígado armazena vitaminas como a vitamina A, B12, D, E e K, além de minerais como o ferro e o cobre.

Assim, quando ocorre uma sobrecarga de toxinas, o corpo pode evidenciar alguns dos seguintes sintomas:
- Historial de uso de álcool, drogas ou hepatite
- Uso prolongado de medicamentos
- Sensibilidade a químicos (fumo de tabaco, produtos de higiene, etc.)
- Desconforto estomacal com a ingestão de alimentos gordurosos
- Fezes gordurosas e brilhantes
- Historial de náuseas, enjoo de movimento ou enjoos matinais
- Dor de cabeça sobre os olhos
- Ataques da vesícula biliar
- Gosto amargo na boca (especialmente após as refeições)
- Tornar-se doente ou intoxicado facilmente quando beber vinho
- Facilmente ressaca
- Dor no lado direito da caixa torácica
- Hemorróidas ou veias varicosas
- Diminuição das plaquetas no sangue
- Fadiga Crónica ou fibromialgia


Se tens sintomas como os apresentados podes sempre pedir exames como o ALT (Alanina aminotransferases) e AST (Aspartato aminotransferases) para diagnosticar problemas no fígado. Além destes exames, pode também ser necessário fazeres uma Ultra-sonografia do fígado e uma Tomografia Computadorizada.

Nutrientes necessários para o correcto funcionamento do Fígado:

Podes e deves optar por ingerir alimentos não processados que ajudem no suporte das funções hepáticas e em todo o sistema digestivo. Uma alimentação nutricionalmente equilibrada consumida de forma regular evita a necessidade de um plano mais intenso de “limpeza”.
Se mudares a tua dieta e eliminares infractores óbvios mas ainda assim te sentes fraca ou experiências alguns dos sinais acima indicados, então terás que considerar uma abordagem mais agressiva. No entanto, lembra-te sempre que o teu corpo é extremamente hábil em te dizer o que precisa, apenas tens de lhe prestar atenção.

Os melhores alimentos para a Saúde do Fígado

Beterrabas – especialmente utilizadas para problemas de bílis, a beterraba ajuda a equilibrar o seu fluxo. Depois das toxinas deixarem o fígado, elas são mergulhadas na bile; se o fluxo de bílis é lento/viscoso (uma situação comum), ele não funciona adequadamente. Comer beterraba é como adicionar detergente à máquina da roupa, ajuda a fazer uma limpeza mais profunda. Comê-la crua é a melhor opção.

Fruta fresca: cheia de vitaminas e rica em fibras com fitonutrientes, toda a fruta é boa fruta. As frutas mais ricas em vitamina C são especialmente boas para o fígado: toranjas, papaia, abacaxi, kiwi e frutos vermelhos biológicos.

Cardo-Mariano: Os inúmeros antioxidantes presentes nesta planta têm demonstrado reverter os efeitos do fígado inflamado, cirroses e fígado gordo.

Proteínas: Devemos reduzir ou eliminar a proteína animal e aumentar a proteína vegetal. A proteína presente nos músculos do animal é muito complexa e de difícil digestão, necessitando de determinados aminoácidos para ser digerida. No entanto, podes encontrar proteínas que não promovem a inflamação em alimentos como os ovos (de galinhas criadas em liberdade), a quinoa, os feijões, lentilhas, ervilhas...enfim, em todas as leguminosas, oleaginosas, frutas e cereais integrais. Este tipo de proteína suporta a função de limpeza do fígado, providenciando a nutrição necessária ao corpo sem que este tenha que trabalhar em excesso para obter os nutrientes de que necessita.

Água: Muita água e de preferência com um pH alcalino.

Depois da pele, o nosso fígado é o maior órgão responsável por mais de duzentos processos metabólicos e apenas temos um!! É bom cuidarmos devidamente dele para que ele cuide devidamente de nós!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…

O Mito da Proteína Combinada

Todos os nutrientes vêm do sol ou do solo. Os minerais provêm da terra e as vitaminas das plantas e dos microrganismos que crescem a partir deles.
Dito isto, volta a eterna questão. Onde posso obter a proteína? A proteína é composta por aminoácidos e entre eles existem 20 aminoácidos essenciais, o que significa que o nosso corpo não os consegue produzir, sendo essencial obtê-los a partir da alimentação. Mas os outros animais também não os produzem.
As proteínas provenientes das plantas (e micróbios) têm todos os aminoácidos essenciais.
O conceito de que a proteína vegetal é inferior à proteína animal surgiu devido a estudos realizados em ratos há mais de um século atrás. Os cientistas descobriram que os ratos bebés não tinha um crescimento adequado quando alimentados à base de plantas. Mas os ratos bebés também não crescem bem se forem alimentados com leite materno humano e porquê? Porque o leite do rato tem 10 vezes mais proteína do que o leite humano e porque os ratos têm um crescim…