Avançar para o conteúdo principal

Casos Clínicos

Caso Clínico 1

Paciente de sexo feminino com 46 anos.

Estado Clínico

Paciente com Depressão, ansiedade, insónia, obstipação e severas dores articulares.
A paciente apresentava dificuldade em dormir, estimando uma média de 2 horas de descanso por noite.
A obstipação bastante acentuada, evacuando de 5 em 5 dias, apresentando por isso dilatação abdominal.
A paciente tinha ainda um diálogo bastante agitado e confuso com grande sofrimento emocional que quando discutia era dominada por ataques de raiva e fúria, chegando a partir objectos.
Alimentação sem regras, sem cuidados para o tipo de patologias que apresenta.

Prescrição

Foi-lhe prescrito um suplemento de plantas e oligoelementos com o objectivo de servir de apoio nas perturbações de humor, esgotamento nervoso, mal-estar, stress e perturbações do sono.
Uma vez que também se encontrava num estado depressivo, foi-lhe recomendado um outro suplementos com plantas que actuam neste sentido.

Para as dores articulares, recomendou-se uma planta especifica para esse fim.

Para a obstipação, foi-lhe recomendado o uso de sementes de linhaça juntamente com sumos verdes com o intuito de lhe aumentar a ingestão de fibras promovendo a saúde intestinal de forma a ajudar a diminuir as cólicas, regular o trânsito intestinal e diminuir o inchaço abdominal.

A paciente sente muita dificuldade em beber agua, como tal foi-lhe sugerido beber infusões especificas com a finalidade de ajudar na obstipação, entre elas, a bardana, boldo, camomila, rábano negro e frângula.

2º Consulta

Após a aplicação das recomendações efectuadas na primeira consulta, a paciente relata que já dorme 5 a 7 horas diárias e que começou a evacuar dia sim, dia não, notando uma diferença dramática a nível da dilatação abdominal.
Sente-se mais forte emocionalmente e mais positiva.
Relata também que o cansaço diminuiu e que se sente muito mais enérgica. Quase que não sente dores articulares, à excepção da parte da manhã quando acorda.
O seu discurso está mais calmo, sereno, coerente e fluido.

Prescrição

Foi-lhe prescrito um probiótico de forma a recuperar a sua flora intestinal.
Recomendou-se igualmente a aplicação de uma massagem abdominal em sentido horário passando por pontos de acupressão específicos para facilitar o transito intestinal. Esta forma de acupunctura relaxa o abdómen, melhora e estimula os movimentos intestinais regulares.

Para a ansiedade, foi-lhe ensinado um exercício de visualização com tempos respiratórios específicos com a duração de 2 minutos. E retirou-se um dos suplementos para este fim.

Foi-lhe prescrito outro anti-inflamatório para reforçar o efeito do suplemento receitado na primeira consulta para as dores articulares.

A nível alimentar, foi-lhe recomendado aumentar o consumo de cereais e farinhas integrais, arroz integral, aveia, farelo de aveia integral e diminuir o consumo de produtos ricos em glúten.

Aumentar também o consumo de verduras, vegetais e frutas, especialmente em estado cru através de saladas ou batidos verdes. Consumir cereais de elevado teor de fibras diariamente, como as leguminosas.
Aumentar o consumo de água para 1,5l por dia, eliminando o consumo de café, lacticínios, álcool e carnes vermelhas, dando preferencia ao peixe. 
E evitar todo o tipo de alimentos processados ricos em açúcar, sendo de extrema importância o estabelecimento de horários regulares para as refeições.

Bebida para a Obstipação:

½ chávena de sumo de ameixa com 1 colher de sopa de sumo de limão diluído num copo de água mineral. 
Beber esta mistura antes de dormir.

Sugestões de estilo de vida:

• Aumentar a actividade física. O exercício ajuda a estimular as contracções intestinais. Andar a pé, de bicicleta ou nadar, são boas opções.

• Todos os dias e sempre à mesma hora dispor de algum tempo para estar relaxada no WC de modo a começar a “educar” o intestino.

3º Consulta

Na 3ª consulta, a paciente já não apresentava sintomas depressivos nem de ansiedade. Da mesma forma, também já não sofria de obstipação passando a evacuar diariamente.
Refere também que já não sente dores nenhumas a nível articular, nem mesmo de manhã ao acordar.
Visualmente, a paciente apresentou-se calma, equilibrada e centrada.
Passou a dormir 8 horas seguidas por noite e acorda cheia de vitalidade.
De momento não apresenta mais nenhuma queixa, no entanto, será seguida inicialmente de 3 em 3 meses para se fazer um acompanhamento do seu progresso.

Caso Clínico 2

Paciente de sexo masculino com 36 anos.

Estado Clínico

Paciente com ansiedade, insónia, obstipação e osteoporose diagnosticada.
O paciente apresentava dificuldade em dormir, estimando uma média de 5 horas de descanso por noite.
Sofria de obstipação, evacuando de 3 em 3 dias com muita flatulência.
O paciente apresentava-se cansado, desanimado e numa postura de defesa.
Alimentação sem regras e sem cuidados para o tipo de patologia que apresenta.

Prescrição:

Foi-lhe prescrito um suplemento de plantas e oligoelementos com o objectivo de servir de apoio nas perturbações do sistema nervoso, mal-estar e perturbações do sono.

Para a osteoporose recomendou-se uma planta e um suplemento especifico para esse fim.

Retirou-se todos os lacticínios (manteiga, queijo, iogurte, leite, derivados de lacticínios...)

Para a obstipação, foi-lhe recomendado o uso de sementes de linhaça juntamente com sumos verdes com o intuito de lhe aumentar a ingestão de fibras promovendo a saúde intestinal de forma a ajudar a diminuir a flatulência e regular o trânsito intestinal.

2º Consulta

Após a aplicação das recomendações efectuadas na primeira consulta, o paciente relata que já dorme 7 horas diárias e que começou a evacuar dia sim, dia não, com grande redução da flatulência.

Relata também que o cansaço diminuiu e que se sente mais leve.

Prescrição:

Foi-lhe prescrito um probiótico de forma a recuperar a sua flora intestinal.

Realizou-se terapia com ventosas na zona abdominal para ajudar ao funcionamento do intestino.

Para a ansiedade, foi-lhe ensinado um exercício de respiração com a duração de 2 minutos.

A nível alimentar, foi-lhe recomendado aumentar o consumo de arroz integral, aveia, farelo de aveia integral e diminuir o consumo de produtos refinados.

Aumentar também o consumo de verduras, vegetais e frutas, especialmente em estado cru através de saladas ou batidos verdes. Consumir cereais de elevado teor de fibras diariamente, como as leguminosas.
Aumentar o consumo de água para 1,5l com limão por dia.

Sugestões de estilo de vida:

• Aumentar a actividade física. O exercício ajuda a estimular as contracções intestinais e a relaxar o sistema nervoso.


3º Consulta

Na 3ª consulta, a paciente já não apresentava sintomas de insónia nem de ansiedade.
Passou a evacuar 2 vezes ao dia, relatando sentir-se muito bem e cheio de energia.

De momento não apresenta mais nenhuma queixa. Será feita nova avaliação após 3 meses para acompanhar o estado da osteoporose.

4ª Consulta

O paciente apresentou os resultado do exame da densiometria óssea e verificou-se que passou de uma perda de -2,7 DP (osteoporose) para -1,9 DP (osteopénia). Factor indicativo que o seu quadro de osteoporose está-se a reverter.

Aconselhou-se a manter as alterações até então feitas e reduzir o consumo de carnes (vermelhas e brancas) para no máximo 3 vezes por semana em dias espaçados.

Caso Clínico 3

Paciente de sexo feminino com 34 anos.

Estado Clínico

Paciente com ansiedade, inquietação, obstipação e miomas múltiplos diagnosticados.
A paciente apresentava dificuldade em permanecer parada, tinha dores constantes baixo ventre e na lombar, dificuldade respiratória, (descrevia como sensação de falta de ar) e obstipação, evacuando apenas com a ajuda de laxativos.

Prescrição:

Foi-lhe prescrito um suplemento para o relaxamento do sistema nervoso, uma mistura de plantas para infusão com o objectivo de servir de apoio ao tratamento dos miomas e fizeram-se alterações alimentares.

Retirou-se todos os lacticínios (manteiga, queijo, iogurte, leite, derivados de lacticínios...) permanecendo unicamente o consumo moderado de queijo fresco de cabra

Para a obstipação, foi-lhe recomendado o uso de sementes de linhaça juntamente com sumos de beterraba e o extracto de uma planta medicinal com o intuito de promover a melhoria da saúde intestinal de forma a ajudar a regular o trânsito intestinal.

2º Consulta

Após 3 meses, a paciente apresentou no exame de ginecologia, uma redução para metade do tamanho dos miomas, além de referir que se sente como nova. Muita energia, boa disposição e sem qualquer sensação de falta de ar.

Relata, também, que passou a evacuar diariamente.

A paciente continua a ser acompanhada.

Caso Clínico 4

Paciente de sexo feminino com 39 anos.

Estado Clínico

Paciente fisicamente activa, com retenção de líquidos, bom funcionamento intestinal e queixas de pernas pesadas com varizes recentes.

A paciente apresentava dor e parestesias (sensações cutâneas como formigamento, pressão, frio) quando se encontrava muito tempo parada, o que a incomodava muito.

Prescrição:

Foi-lhe recomendado uma infusão específica remineralizante que facilita ao mesmo tempo a eliminação de líquidos.

Retirou-se todos os lacticínios (manteiga, queijo, iogurte, leite, derivados de lacticínios...) permanecendo unicamente o consumo moderado de queijo fresco de cabra

Começou também a fazer semanalmente manipulação do tecido conjuntivo.

Após 1 mês:

A paciente relatou que se sentia leve, as dores tinham desaparecido e sentia muito mais energia. A olho nu o aspecto das varizes melhorou drasticamente assim como a retenção de líquidos.

A paciente continua a fazer tratamento de 15 em 15 dias.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bolo de Cenoura [sem açúcar e sem glúten]

Andava com vontade de comer um bolo de nozes, mas não encontrava nenhuma receita que me desse água na boca, então fui para a cozinha fazer experiências com base numa diversidade imensa de receitas que fui vendo...adaptei, adaptei...e adaptei e saiu tudo menos um bolo de nozes (rsrsrsss)...mas ficou delicioso na mesma (vá lá...uffa!!)
Ora aqui vai a receita para quem quiser aventurar-se:
Vais precisar de:
- 2 chávenas de farinha de trigo sarraceno - 3 colheres de chá de fermento - 5 colheres de chá de canela em pó - 5 cenouras raladas - 1/2 chávena de coco ralado - 1/2 chávena de nozes raladas - 300g de tâmaras trituradas - 1/2 chávena de bebida vegetal (usei de arroz e soja do aldi) - 2 colheres café de baunilha

Pré-aquece o forno a 180ºC

Mistura todos os secos/sólidos e depois vai adicionando o liquido.
Bate tudo muito bem e leva ao forno cerca de 50minutos (depende de cada forno).

Eu costumo usar formas de silicone para não ter de adicionar gordura, fica a dica.

Bom apetite!!


Questionas-te se a Vitamina D é prejudicial sem a vitamina K?

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível prejuízo que a ingestão de vitamina D pode ter na ausência da vitamina K, mas as alegações científicas ainda não são muito consistentes. Como as pessoas que recorrem à minha consulta de naturopatia sabem, eu não sou muito apologista da suplementação nutricional. Existem casos em que ela é realmente necessária, existem outros casos em que recorrer a suplementação nutricional numa fase inicial pode ajudar o paciente a recuperar mais rápido, mas na maioria dos casos, recorrendo aos alimentos, ou seja, aos nossos suplementos “in vivo” é mais do que suficiente para se obter bons resultados terapêuticos. Dito isto, já podem antever que a minha opinião acerca do consumo de vitamina K sob a forma de suplemento não é muito abonatória, mas lá está...cada caso é um caso e há que se analisar individualmente a condição clinica da pessoa que procura ajuda.
Como todos sabemos, as vitaminas D e K são vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis e…

Entrevistas PREVENIR com SAÚDE à conversa com Leonor Cício (do blog ´Na Cadeira da Papa´)

Continuamos com as entrevistas do projecto ´Prevenir com Saúde´ desta vez à conversa com a maravilhosa blogger/mãe/chef/autora Leonor Cício. Nesta entrevista a Leonor fala-nos um pouco da sua experiência e da sua visão sobre um estilo de vida saudável. Boas leituras :)

P: Leonor, fale-nos um pouco de si. O interesse por uma alimentação saudável surgiu com a maternidade ou já a praticava antes? Primeiro, obrigada pelo convite. O interesse por uma alimentação saudável surgiu, quando a minha filha mais velha estava prestes a começar a alimentação complementar. Quando percebi que partilharia refeições com ela, resolvi re-avaliar a alimentação da nossa família e melhorá-la. Queria dar uma boa educação alimentar a ela e isso passava pelo meu exemplo.
P: Qual foi o momento em que sentiu a necessidade de iniciar o seu blogue “Na Cadeira da Papa”? Chegada a vez da minha filha do meio iniciar a alimentação complementar e comecei a partilhar em grupos de maternidade as coisas que fazia para ela, q…