Avançar para o conteúdo principal

7 Técnicas caseiras para o Alivio de Dores

Costumas sentir dores no corpo que te impedem de fazer o que precisas fazer? Se assim for, precisas de  obter ajuda rapidamente de modo que a tua rotina diária não seja dificultada pela dor constante. De qualquer forma, podes sempre obter alívio das dores musculares ou articulares com a ajuda de técnicas caseiras como as que se seguem.

1. Gengibre e Argila: Devido às suas propriedades anti-inflamatórias, o gengibre e a argila são óptimos aliados contra as dores no corpo[1]. Além disso, melhoram o fluxo sanguíneo e a circulação. Podes fazer uma decocção de gengibre e beber várias vezes ao dia ou usar gengibre fresco ralado misturado com argila enrolando a mistura num pano de algodão previamente aquecido na água por cerca de um minuto. Deixa arrefecer e de seguida, pressiona-o sobre a área afectada por cerca de 15 minutos. Usando esta compressa todos os dias durante 2 a 3 dias vai aliviar a dor.

2. Duche Frio ou Compressas Frias: Os músculos que são sobrecarregados respondem muito bem a água fria. Ajuda a aliviar os danos causados pelo uso excessivo do músculo. Toma um duche frio para obteres alívio imediato. Podes também usar uma compressa fria para aliviar a rigidez e os músculos doridos. Aplica o frio na área afectada por 30 minutos e sente a diferença.

3. Curcuma ou Açafrão (Curcuma longa): Esta raiz tem propriedades anti-inflamatórias e funciona muito bem como um analgésico natural[2]. Tudo o que precisas fazer é aquecer uma bebida vegetal que substitua o leite em lume brando e adicionar uma colher de chá de açafrão para tratar internamente a área afectada. Também podes fazer um cataplasma usando partes iguais de sal, sumo de limão e açafrão ralado fresco para aplicar às áreas afectadas. Deixa o cataplasma actuar durante meia hora e enxagua com água morna. Podes utilizar duas vezes por dia até que a dor desapareça.

4. Canela: Se te doem as articulações então precisas de canela para obter alívio. É frequentemente utilizada como um remédio natural para a artrite devido à suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias[3]. Beber uma chávena de bebida vegetal quente misturada com meia colher de chá de canela em pó e uma colher de sopa de mel, todos os dias de manhã é uma óptima maneira de aliviares a dor nas articulações.

5. Pimenta de Caiena: Óptimo remédio para as dores musculares devido ás suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas[4]. Ajuda assim, a reduzir a inflamação e a rigidez. Para sentires alivio, aplica a mistura feita com uma colher de chá de pimenta de Caiena em pó com 2 colheres de sopa de azeite na área afectada e deixa actuar durante a noite, enrolando com uma compressa. Repete durante 2 a 3 dias. Usa este pimenta também nos cozinhados diariamente.

6. Alecrim: Podes utilizar esta planta tanto na forma seca como fresca para obteres alívio das dores musculares. O alecrim contêm princípios activos anti-inflamatórios que ajudam a acalmar os tecidos musculares inflamados e a reduzir a dor. Uma maneira de utilizar o alecrim é ferver 85g da planta seca para 1,5l de água. Depois de removê-lo do lume, deixa-o em infusão por 20 minutos. Mergulhe as áreas que te doem com a decocção durante cerca de 15 minutos e repete 2 a 3 vezes por dia até que a dor desapareça.

7. Banana: Fruta rica em potássio, mineral que o corpo precisa para ter músculos fortes e saudáveis[5]. Também previne cãibras e fadiga. A fraqueza muscular pode ser causada por deficiência de potássio e é por isso que a deves adicionar à tua rotina diária. Comer uma banana ou fazer um batido de banana todas as manhãs ao pequeno almoço dá-te uma boa dose de potássio e cálcio que o teu corpo precisa e que o ajuda a eliminar a dor.




[1] http://umm.edu/health/medical/altmed/herb/ginger
[2] http://umm.edu/health/medical/altmed/herb/turmeric
[3] http://www.academia.edu/1889013/Pharmacological_Properties_of_Herbal_Oil_Extracts_Used_In_Iranian_Traditional_Medicine
[4] http://umm.edu/health/medical/altmed/herb/cayenne
[5] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3499889

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…

As tâmaras e o trabalho de parto

Desde os tempos bíblicos, as tâmaras eram consideradas possuidoras de propriedades curativas profundas, mas só agora a ciência vem confirmar o que os nossos antepassados já sabiam.
Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynecology em 2011 e intitulado "O efeito do consumo das tâmaras no final da gravidez[i]", apresentou a investigação do efeito do consumo das tâmaras nos parâmetros do trabalho de parto e nos seus resultados. Ao longo de 11 meses na Jordan University of Science and Technology, dois grupos de mulheres foram incluídas num estudo prospectivo onde 69 mulheres consumiram seis tâmaras por dia durante 4 semanas antes da data prevista para o parto, contra 45 mulheres que não consumiram nenhuma. Estas mulheres tinham parâmetros semelhantes por isso não houve diferença significativa na idade gestacional, idade e paridade (o número de vezes que a mulher engravidou) entre os dois grupos.
Os resultados do estudo foram os seguintes:
• Melhoria da dilatação cervical:

Mercúrio presente no marisco e no peixe aumenta risco para Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)

Um estudo recente em 518 pessoas constatou que elevados níveis de mercúrio no corpo associado ao consumo de peixe e marisco aumenta o risco de desenvolver a doença de Lou Gehrig (ELA), uma doença neurodegenerativa que leva à paralisia e à morte. Entender os factores de risco da esclerose lateral amiotrófica possibilita-nos realizar alterações no nosso estilo de vida, como por exemplo, evitar o consumo de peixes e moluscos, de forma a prevenir esta doença e diminuir a incidência a longo prazo.
Nota de pesquisa: Pesquisas epidemiológicas como essa podem revelar novos factores comportamentais humanos ou exposições ambientais que nos levam à doença. Estudos a nível da população também podem fornecer uma visão ampla de como a doença se desenvolve em seres humanos que não teria sido prontamente descoberto em estudos animais ou celulares.