Avançar para o conteúdo principal

O que levas para comer na Praia?!?

Que a praia abre o apetite já todos nós sabemos mas e que tal pôr a boa da bola de berlim (cheia de açúcar e gorduras trans que inflamam as células do nosso corpo) de lado e substitui-la por snacks saudáveis, nutritivos e de fácil assimilação?!?

Deixo-vos a sugestão do snack que levámos hoje para a praia:
Agora vamos escrutinar os ingredientes...

- A boa da Laranja (se for algarvia então...): Todos nós conhecemos a laranja pela sua riqueza em vitamina C, mas ela oferece um leque bem maior de nutrientes que vão além desta vitamina. É nutricionalmente rica em ácido fólico, cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro, além de fibras, pectinas e flavonóides que aumentam o seu valor nutritivo.
Depois de tudo isso, ainda é super antioxidante. Possui 170 diferentes tipos de fitoquímicos, incluindo mais de 60 flavonóides com propriedades anti-inflamatórias, anti-tumorais e que inibem a formação de coágulos sanguíneos. Como consequência é extremamente útil para quem quer controlar os níveis de colesterol, neste caso consumida em jejum.
Ajuda a melhorar problemas a nível gastrointestinal, reforça as defesas do organismo na prevenção de gripes e infecções, estimula o sistema circulatório, enfim...tem um leque de aplicações terapêuticas muito grande.

- Beterrabas: ricas em ácido fólico, manganês, potássio e vitamina C, são uma excelente fonte de nutrientes e uma óptima opção para grávidas.
Cruas, as beterrabas contêm um principio activo chamado betaína, que reduz vários tipos de inflamações no organismo, ou seja, ajuda a proteger dos efeitos do envelhecimento.
Por sua vez, a fibra encontrada na beterraba parece aumentar a capacidade do corpo para detectar e remover células anormais antes que se tornem cancerígenas. Contém ainda fitonutrientes como as proantocianidinas que além de lhe darem a cor vermelha também têm um grande potencial anti-cancerígeno.

- Cenouras: Com este super alimento cor de laranja podes obter vitamina A e muitos outros nutrientes benéficos para a saúde, resultando numa pele mais bonita e na prevenção do envelhecimento.
Estudos têm demonstrado que a cenoura reduz o risco do cancro do pulmão, da mama e do cólon. Pesquisadores descobriram que contem falcarinol e falcarindiol, um pesticida natural, produzido pela cenoura que protege as suas raízes de doenças fúngicas. As cenouras são uma das fontes mais comuns deste composto. Um outro estudo demonstrou que os ratos que comiam cenouras apresentavam menos 1/3 de vir a sofrer de cancro.

Deficiências de vitamina A causam secura de pele, cabelo e unhas. A vitamina A previne a formação precoce de rugas, acne, pele seca, pigmentação, manchas e tom de pele irregular.
São também conhecidas por prevenir infecções. O consumo regular de cenouras também reduz os níveis de colesterol, porque as fibras solúveis ligam-se aos ácidos biliares.


- Os frutos secos: têm uma quantidade extraordinária de proteínas, vitaminas e minerais. Estas incluem vitamina B1, B5, B9, B2, ácido nicotínico, vitamina E, B6, ferro, zinco, magnésio, fósforo, selénio e cobre.

Sem exagerar no seu consumo, os frutos secos são muito nutritivos devido à sua densidade de nutrientes e são um excelente snack para qualquer hora do dia!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

As tâmaras e o trabalho de parto

Desde os tempos bíblicos, as tâmaras eram consideradas possuidoras de propriedades curativas profundas, mas só agora a ciência vem confirmar o que os nossos antepassados já sabiam.
Um estudo publicado no Journal of Obstetrics and Gynecology em 2011 e intitulado "O efeito do consumo das tâmaras no final da gravidez[i]", apresentou a investigação do efeito do consumo das tâmaras nos parâmetros do trabalho de parto e nos seus resultados. Ao longo de 11 meses na Jordan University of Science and Technology, dois grupos de mulheres foram incluídas num estudo prospectivo onde 69 mulheres consumiram seis tâmaras por dia durante 4 semanas antes da data prevista para o parto, contra 45 mulheres que não consumiram nenhuma. Estas mulheres tinham parâmetros semelhantes por isso não houve diferença significativa na idade gestacional, idade e paridade (o número de vezes que a mulher engravidou) entre os dois grupos.
Os resultados do estudo foram os seguintes:
• Melhoria da dilatação cervical:

Receita: Pudim de Pêra com Canela

Quando o meu filho era mais pequeno e estava a atravessar aquela fase em que simplesmente se alimentam do ar (a anorexia dos 2 anos), eu fazia-lhe esta espécie de pudim com sementes de chia que ele comia e lambia os dedos...ou seja, um êxito! Escusado será dizer que é delicioso tanto para os pequenos como para os grandes...ahhh e nutritivo!!
- A tâmara é rica em proteínas, minerais e vitaminas principalmente a vitamina C. A grande vantagem é que além de ser uma verdadeira doçura, ela é rica em fibras, potássio, cálcio e ferro sendo excelente tanto para crianças como adultos.

- As pêras são ricas em fibras, vitamina A e C com importantes ações antioxidantes.
Também é uma excelente fonte de minerais como o fósforo, cálcio e ainda contém algum ferro.

- A canela auxilia no tratamento de diversas doenças. A canela estimula a salivação e os sucos gástricos, facilitando a digestão como tal, ajuda em casos de aerofagia, digestões difíceis a acidez estomacal.


Ingredientes

- 7 colheres de sopa de …

O que deves saber para agilizar as constipações e a tosse nos bebés.

A cada ano, centenas de bebés e crianças sofrem de constipações e tosse, principalmente devido ao seu sistema imunitário ainda imaturo.

É muito fácil identificarmos os sintomas de constipação e tosse nas nossas crianças. Começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Qual a mãe, pai ou outro educador que não reconhece o desafio que é cuidar de uma criança doente? A natureza delas é de felicidade, alegria e brincadeira...de repente sentem-se mal apresentando alguma dificuldade em compreender claramente aquilo que estão a sentir, como tal, o nosso papel é orientá-las e ajuda-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

Como sou a favor da posição da American Academy of Pediatrics a qual desaconselha dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos, opto, sempre que poss…